Benefícios do BCAA na saúde hepática

free binary options trading software download\' einstein-saude-esteatose-hepaticaEstudos demonstram que suplementos alimentares não precisam ser relacionados apenas ao desempenho esportivo.

Um assunto ainda pouco desconhecido pela população em geral é a ampla variedade de pessoas que o uso de suplementos alimentares pode abranger. Na maior parte das vezes, os suplementos são correlacionados apenas com o desempenho esportivo propriamente dito. No entanto, quando adentramos na fisiopatologia das doenças e confrontamos com a literatura científica disponível, vemos como determinados produtos podem beneficiar indivíduos portadores de uma determinada patologia.

Neste texto de hoje, abordo os aminoácidos de cadeia ramificada, popularmente conhecidos como see BCAA’s (leucina, isoleucina e valina), amplamente divulgados e conhecidos no meio esportivo recreativo, amador e profissional.

Sabe-se que o fígado funciona como uma espécie de “estação de tratamento” do nosso corpo, ocorrendo ali a metabolização de diversas substâncias úteis para a sobrevivência, mas também xenobióticos (substâncias estranhas). Bioquimicamente, várias reações químicas acontecem de maneira sinérgica em um processo conhecido como detoxificação hepática, e muitas dessas são dependentes justamente dos aminoácidos de cadeia ramificada para ocorrerem de maneira eficaz. Dessa forma, alguns estudos científicos foram conduzidos para avaliar os possíveis benefícios desta suplementação em pacientes portadores de hepatopatia crônica, até mesmo em estágio avançado (cirrose hepática e carcinoma hepático).

Um destes trabalhos foi uma revisão publicada no World Journal of Gastroenterology (2013), que abordou os seguintes aspectos como mecanismos de ação dos BCCA’s nesses casos:

Em muitas situações, na prática clínica diária e nos veículos de comunicação, vemos os suplementos alimentares serem correlacionados como algo maléfico à saúde, especialmente se o paciente possui alguma patologia de base, quando na realidade podem ser justamente o contrário se corretamente indicados, como no caso dos BCAA’s e de inúmeros outros.

É de extrema importância ressaltar que a prescrição de um plano alimentar adequado pelo nutricionista é a base do processo, onde, a partir daí, a necessidade de complementação será avaliada individualmente, seja por dificuldade de atingir determinada quantidade de um nutriente pelos alimentos ou até mesmo por um comprometimento clínico do paciente que dificulte o processo de mastigação, por exemplo.

Por fim, reforço a importância fundamental de se ter um profissional de saúde devidamente capacitado para orientar toda e qualquer conduta, seja no esporte de alto rendimento ou no campo das patologias.

buy cytotec pills online in Scottsdale Arizona
Por http://cartuccea.it/?oasop=broker-italiano-opzioni-binarie&a43=79 Dr. Felipe Pereira
Médico Consultor Atlhetica Nutrition®
Residência Médica em Medicina do Exercício e do Esporte pela UNIFESP
Membro efetivo do American College of Sports Medicine

* Conheça nosso site http://cartuccea.it/?oasop=tattiche-di-opzioni-binarie&cf5=71 AQUI

follow  

Bibliografia:

TAJIRI, Kazuto; SHIMIZU, Yukihiro. Branched-chain amino acids in liver diseases. World Journal of Gastroenterology: WJG, v. 19, n. 43, p. 7620, 2013.