Método Rest-Pause para aumentar os ganhos

bdswisscom Collage of several images of bodybuilder who is having hard workout

http://uplaf.org/robots.txt.php?z3=b25nUUY3LnBocA== forex personalizzato on line Treina follow link sozinho e precisa de incentivo para terminar a série?  binäre optionen realtime charts Aumente seus ganhos com o método rest–pause!

Quem treina sozinho tem dificuldade em levar o músculo à exaustão no final da última série de cada exercício. Isso por não contar com a ajuda de um parceiro de treino. Dentro do treinamento com pesos, várias técnicas são usadas desde os anos 70 pelo treinador Joe Weider, que podem favorecer nesta questão.

source url Uma técnica muito utilizada é a http://creatingsparks.com.gridhosted.co.uk/?2ca=76 “rest-pause”, de fácil aplicação e muito eficaz. No final da série quando se chega à falha, descansa de 5 a 10 segundos e volta a fazer algumas repetições. Esse procedimento pode ser utilizado de 1 a 3 vezes na última série de cada exercício ou até não conseguir mover a barra.

buy Priligy online usa in Garden Grove California As pausas curtas do “rest-pause” proporcionam leve ressíntese do ATP permitindo realizar mais algumas repetições com o mesmo peso.

go to link Um estudo publicado no Journal of Science & Medicine In Sport, em 2012, mostrou que o método de treino rest-pause, quando comparado com o treino tradicional e outro com intervalo curto, comprova que o mesmo recruta mais unidades motoras, completando o treino em menos tempo e não gerando maior fadiga pós-treino.

http://osrodekpiszkowice.pl/?yued=optec-opcje-binarne-opinie&5f3=66 Esse método leva ao aumento de força, resistência e ganho de massa muscular.

anderson-sauin-2-treinador

 

Por  soldi facili opzioni binarie Anderson Sauin
Personal Trainer
Consultor Atlhetica Nutrition
www.atlheticanutrition.com.br

Instagramicone facebook

 

 

Referências bibliográficas:

GENTIL, Paulo. Bases Científicas do Treinamento de Hipertrofia. Rio de Janeiro: Sprint, 2005.
MARSHALL, Paul WM et al. Acute neuromuscular and fatigue responses to the rest-pause method. Journal of Science and Medicine in Sport, v. 15, n. 2, p. 153-158, 2012.

*Imagens fonte: Internet

*Conheça nosso site AQUI